"Na terra dos sonhos podes ser quem tu és, ninguém te leva a mal..."

.posts recentes

. A vida em tempestade

. "Gato Esteves"

. Voei

. A Existência

. Férias

. Próxima paragem... Beja!

. O teu bem faz-me tão mal

. Estrutura monolítica das ...

. Humana vontade

. Não quero

.arquivos

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.favorito

. Perfumes

. "A nossa única riqueza é ...

. Caeiro e eu

. Porque...

. Amizade - o que é?

. Há coisas que nunca mudam

. Fazer o impossível

. Os direitos inalienáveis ...

. A nêspera

. Casamento

Quarta-feira, 9 de Abril de 2008

Estranha maneira de explicar as coisas

 

Encontrava-me nos meus devaneios de estudo, quando uma frase me suscitou maior atenção.

Não, é claro, por ser drasticamente importante.

Sim, porque quando estudamos temos mais tendência a memorizar aquilo que não interessa tanto.

Deve ser porque a vontade é muita.

Vou então transcrever o excerto:

 

"Enquanto as concentrações de corpos cetónicos estiverem elevadas, proteólise será restrita, e ocorrerá preservação de proteínas musculares e enzimas. Isso continua até que praticamente toda a gordura tenha sido consumida, como consequência do jejum. Depois de toda ela se esgotou, o corpo precisa de usar proteína muscular. Antes de ela se acabar - você se acabou."

 

in "Manual de Bioquímica com correlações clínicas" de Thomas Devlin

 

Estranha maneira de explicar as coisas em Medicina não?

Mas assim ao menos não esqueço de certeza.

publicado por coisasquetais às 01:51
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Eduardo Morgado a 15 de Abril de 2008 às 00:10
estava eu muito bem no google - numa pesquisa - e sem quê nem porquê vim ter a este blog.
sinceramente já não sei o que é que estava a pesquisar xD ah, ja me lembro. era sobre "branco e cinzento" e aqui vim eu parar, a um certo post teu, interessante por sinal ;)
pensei que era um blog desabitado, mas não. como este post ainda é fresquinho, é sinal que postas e que vais ler o comment, e como gostei do blog, decidi comentar :)

e esta é a minha historia em relação ao teu blog xD
eu prometo voltar ;D

www.proxima-paragem.blogspot.com

*
De Vânia Caldeira a 17 de Abril de 2008 às 23:03
Esta passagem do Devlin é excepcional. O mais inesquecível do nosso adorado manual ;) E amanhã venha a bioquímica: a ver se ela não acaba connosco... lol.

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds