"Na terra dos sonhos podes ser quem tu és, ninguém te leva a mal..."

.posts recentes

. A vida em tempestade

. "Gato Esteves"

. Voei

. A Existência

. Férias

. Próxima paragem... Beja!

. O teu bem faz-me tão mal

. Estrutura monolítica das ...

. Humana vontade

. Não quero

.arquivos

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.favorito

. Perfumes

. "A nossa única riqueza é ...

. Caeiro e eu

. Porque...

. Amizade - o que é?

. Há coisas que nunca mudam

. Fazer o impossível

. Os direitos inalienáveis ...

. A nêspera

. Casamento

Segunda-feira, 22 de Dezembro de 2008

Só para...

 

Parece, por vezes,

Que é só para eu me lembrar

Ou para não me esquecer

Que o pior sentimento do Mundo

É a ausência dele

 

Que o pior sentimento do Mundo

É sentires que estás sem estares

 

Que o pior sentimento do Mundo

É quererem-te, sem te quererem.

 

Que o pior sentimento do Mundo

É o desprezo.

 

Seja em que medida for,

Seja fundamentado ou não.

 

Seja simplesmente por quereres falar

E a pessoa não está quando precisas

Não atende

Não diz nada

Mesmo que mais tarde diga:

"Ah e tal... Não podia. Que era?"

E aí, invariavelmente, a resposta é:

"Não era nada de especial. Deixa, já passou."

 

Estou a deitar tudo cá para fora.

 

Mas não desesperem.

Ainda falta o post sobre o meu "Amor" ao Natal...

publicado por coisasquetais às 02:51
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Domingo, 21 de Dezembro de 2008

Será assim tão difícil de entender?

 

"She loves you, yeah, yeah, yeah

She loves you, yeah, yeah, yeah,

With a love like that

You know you should be glad"

 

na música "She loves You", The Beatles

 

Será assim tão difícil de entender

Um sentimento como este?

Será que custa assim tanto?

Se calhar custa.

Se calhar é demais.

publicado por coisasquetais às 23:31
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 18 de Dezembro de 2008

If you wanna love me...

 

"Stay if you wanna love me, stay

Oh don't be shy, let's cause a scene

Like lovers do on silver screens

Let's make it yeah, we'll cause a scene"

 

na música "Indie Rock n' Roll", The Killers

 

If you wanna love me...

If you wanna love me, stay...

Stay, and love me...

tags: , ,
publicado por coisasquetais às 02:41
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 12 de Dezembro de 2008

Estupidez

 

Hoje quero deixar uma frase.

Uma frase que o meu pai diz,

Uma frase que já lhe foi dita por alguém.

Mas que em certas alturas,

É a única coisa que faz sentido.

 

"Quando a estupidez pode justificar alguma coisa,

Não vale apena procurar outra razão."

publicado por coisasquetais às 01:44
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 11 de Dezembro de 2008

Coisas inexplicáveis

 

Hoje quero apenas deixar

Duas razões para se ser do Benfica.

As razões mais óbvias e ao mesmo tempo, as sem qualquer explicação:

 

Porque sim.

E porque sou.

 

E mais não é preciso dizer.

publicado por coisasquetais às 00:44
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Segunda-feira, 8 de Dezembro de 2008

Dentista? Cirurgião? Barbeiro?!

 

"As barbearias são aqui bastante singulares.

O símbolo dessas lojas é uma bacia,

e o profissional que aí trabalha acumula três profissões:

dentista,

cirurgião

e barbeiro."

 

in "1808" de Laurentino Gomes

publicado por coisasquetais às 02:00
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 7 de Dezembro de 2008

Mais coisas que não mudam

 

 

"O que o português vinha buscar era, sem dúvida, a riqueza,

Mas a riqueza que custa ousadia, não a riqueza que custa trabalho."

 

in "1808" de Laurentino Gomes

 

Há mesmo coisas que não mudam.

Deve-nos estar na massa do sangue...

publicado por coisasquetais às 01:53
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 2 de Dezembro de 2008

Porque é que...

 

Não, não estou na idade dos "porquês" ou dos "porques".

Mas talvez pareça.

Talvez nunca tenha ultrapassado realmente essa fase.

 

Porque é que ainda me preocupo?

Porque é que passo o dia a tentar lutar contra o que não posso alterar?

Porque é que perco imenso tempo nessas lutas sem sentido?

Porquê, se sei que há coisas que não estão ao meu alcance mudar?

Porque é que ainda me choco com injustiças?

Porque é que ainda tenho esperança que um dia o Mundo seja perfeito?

Porque é que acho sempre que posso fazer melhor?

Porque é que nunca estou contente comigo?

Porque é que acho que sou sempre pior que todos os que me rodeiam?

Porque é que choro tanto?

Diz-me!

 

Porque é que não mudas?

Ou melhor, porque é que deixaste de ser quem eras?

Porque é que deixaste de me tratar como tratavas?

Porque é que te exibes dessa maneira?

Porque é que és assim comigo?

Diz-me!

 

Porque é que ainda gosto?

Porque é que ainda não deixei de gostar?

Porque é que continuo a estar?

Porque é que continuo a ficar?

Porque é que ainda há alturas que penso que sou eu que estou errada?

Porque é que há momentos em que acho que a culpa é minha?

E porque é que há outros em que tenho certeza que é tua?

Diz-me!

 

Porque é que me sinto perdida?

Porque se calhar só preciso de me sentir ligeiramente querida....

 

Diz-me....

tags: ,
publicado por coisasquetais às 00:46
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds