"Na terra dos sonhos podes ser quem tu és, ninguém te leva a mal..."

.posts recentes

. A vida em tempestade

. "Gato Esteves"

. Voei

. A Existência

. Férias

. Próxima paragem... Beja!

. O teu bem faz-me tão mal

. Estrutura monolítica das ...

. Humana vontade

. Não quero

.arquivos

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.favorito

. Perfumes

. "A nossa única riqueza é ...

. Caeiro e eu

. Porque...

. Amizade - o que é?

. Há coisas que nunca mudam

. Fazer o impossível

. Os direitos inalienáveis ...

. A nêspera

. Casamento

Quarta-feira, 5 de Dezembro de 2007

"As cousas são o único sentido oculto das cousas..."

 

Mais uma vez eu, mais uma vez Caeiro. Mais um poema.

As minhas "escapatórias mentais" vão muitas vezes parar a estes poemas.

Porquê? Não sei. Talvez porque são simples, mas de simples não têm nada. Talvez porque com estes poemas "vejo quanto da Terra se pode ver do Universo" (Alberto Caeiro).

 

"O mistério das cousas, onde está ele?

Onde está ele que não aparece

Pelo menos a mostrar-nos que é mistério?

Que sabe o rio disso e que sabe a árvore?

E eu, que não sou mais do que eles, que sei eu disso?

Sempre que olho para as cousas e penso no que os homens pensam delas,

Rio como um regato que soa fresco numa pedra.

 

Porque o único sentido oculto das cousas

É elas não terem sentido oculto nenhum,

É mais estranho do que todas as estranhezas

E do que os sonhos de todos os poetas

E os pensamentos de todos os filósofos,

Que as cousas sejam o que realmente parecem ser

E não haja nada que compreender.

 

Sim, eis o que os meus sentidos aprenderam sozinhos:

As cousas não têm significação: têm existência.

As cousas são o único sentido oculto das cousas."

 

Alberto Caeiro in O Guardador de Rebanhos

sinto-me:
publicado por coisasquetais às 01:15
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Wirley a 9 de Dezembro de 2007 às 22:57
Oi-Oi!! \o/~
Saudações brasileiras!! =p Nossaa, blog SUPER LEGALLL. Acabei de conhecer, através de uma busca de imagens no Google!! Eu pus uma imagem do seu blog no meu, tudo bem? Espero que você dê uma passada no meu blog pra conhecê-lo, e quem sabe visitar sempre que der, assim como eu pretendo fazer. Adorei seu trabalho. Fernando Pessoa é eterno!! E a propósito, estudei muito sobre ele nos últimos bimestres de literatura na minha escola, sem falar de uma edição de um livro que tenho comigo!!
Parabéns pelo trabalho, e boa sorte por akii!! :)

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds