"Na terra dos sonhos podes ser quem tu és, ninguém te leva a mal..."

.posts recentes

. Afinal...

. Onde andas tu

. Ser feliz

. "Amor é fogo que arde sem...

. Amizade - o que é?

. Porque...

. "Encosta-te a mim..."

.arquivos

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.favorito

. Perfumes

. "A nossa única riqueza é ...

. Caeiro e eu

. Porque...

. Amizade - o que é?

. Há coisas que nunca mudam

. Fazer o impossível

. Os direitos inalienáveis ...

. A nêspera

. Casamento

Sexta-feira, 2 de Janeiro de 2009

Afinal...

 

Afinal... A minha opinião sobre o Natal

Não será relatada mais uma vez aqui.

Quem acompanha o blog sabe qual é.

E sinceramente, não me apetece falar sobre isso.

 

Afinal... A passagem de ano surpreendeu-me.

Pela positiva.

Costuma ser só mais um dia.

Mais uma saída à noite.

 

Mas desta vez não.

Foi muito mais do que isso.

 

Afinal...

Só quero desejar a todos

Aquilo que desejo a mim mesma:

 

Um excelente 2009

Muito melhor que 2008

Cheio de alegrias

De objectivos conquistados

E de felicidade!

publicado por coisasquetais às 01:52
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 8 de Julho de 2008

Onde andas tu

 

"Onde andas tu

O tempo passa

Mas não sentes

 

Onde estás tu que

Nem se quer páras pra pensar

 

Tens de acordar

E levantar-te para ver

A simplicidade

Da semente a crescer

 

E vai!

Não espera por ninguém

E vai!

Dança pelo Mundo fora

E vai!

Espalha a tua energia!

E vai!"

 

na música "Bailinho da Caravana" de Kumpania Algazarra

 

Tantas verdades ditas em tão poucas palavras.

Filosofias de vida que, por vezes, gostava de seguir.

publicado por coisasquetais às 23:36
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sábado, 5 de Janeiro de 2008

Ser feliz

 

As músicas de Bob Marley fazem-me sempre relaxar. Pensar que está tudo bem. Sentir uma certa paz de espírito.

Esta é uma das músicas que eu devia ter mais em conta na minha vida.

Não me preocupar tanto e ser mais feliz.

 

"Here's a little song i wrote,
You might want to sing it note for note,
Don't worry, be happy

In every life we have some trouble,
When you worry you make it double
Don't worry, be happy

Don't worry be happy now
Don't worry be happy
Don't worry be happy
Don't worry be happy
Don't worry be happy
Aint got no place to lay your head,
Somebody came and took your bed,
Don't worry, be happy

The landlord say your rent is late,
He may have to litigate,
Don't worry (small laugh) be happy,

Look at me im happy,
Don't worry, be happy

I give you my phone number,
When your worried, call me,
I make you happy

Don't worry, be happy

Ain't got no cash, aint got no style,
Ain't got no gal to make you smile
But don't worry, be happy

Cause when you worry, your face will frown,
And that will bring everybody down,
So don't worry, be happy

Don't worry, be happy now...

Don't worry, be happy
Don't worry, be happy
Don't worry, be happy
Don't worry, be happy

Now there this song i wrote
I hope you you learned it note for note
Like good little children

Don't worry be happy

Listen to what i say
In your life expect some trouble
When you worry you make it double
Don't worry be happy
Be happy now

Don't worry, be happy
Don't worry, be happy
Don't worry, be happy
Don't worry, be happy
Don't worry
Don't worry be happy
Don't worry, don't worry, don't do it,
Be happy,put a smile on your face,
Don't bring everybody down like this

Don't worry, it will soon pass whatever it is,
Don't worry, be happy,
I'm not worried"

 

by Bob Marley


Don´t worry Carolina. Be happy now! ;)

sinto-me:
tags: ,
publicado por coisasquetais às 22:05
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|
Sábado, 1 de Dezembro de 2007

"Amor é fogo que arde sem se ver..."

 

Há coisas que por mais conhecidas que sejam têm sempre significado. Quanto mais não seja aquele que cada um de nós lhes dá.

Poemas e Poetas há muitos. Mas há poucos poetas como Pessoa, ou como Camões.

 

O tema do amor e da paixão são banalizados das piores formas, e são sentimentos que tenho dificuldade em expressar quer escrita, quer oralmente. Por mais que os sinta. Prefiro utilizar aquilo que outros escreveram (não outros quaisquer como podem ver) para expressar estes sentimentos universais, e por isso: "E mais que o monstrengo, que minha alma teme/ E roda nas trevas do fim do Mundo/ Manda a vontade que me ata ao leme...(Fernando Pessoa)" de mostrar os meus sentimentos com um poema de Camões. Para quem percebe a analogia.

 

"Amor é fogo que arde sem se ver,

É ferida que dói e não se sente,

É um contentamento descontente,

É dor que desatina sem doer.

 

É um não querer mais que bem querer,

É um solitário andar por entre a gente,

É nunca contentar-se de contente,

É cuidar que se ganha em se perder.

 

É querer estar preso por vontade,

É servir a quem vence, o vencedor,

É ter com quem nos mata lealdade.

 

Mas como causar pode seu favor

Nos corações humanos amizade,

Se tão contrário a si é o mesmo Amor?"

 

Luís Vaz de Camões

sinto-me:
publicado por coisasquetais às 02:46
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Segunda-feira, 26 de Novembro de 2007

Amizade - o que é?

 

Existem os amigos de sempre e os amigos de ocasião.

Há muitas definições de amizade. Mas cada um sabe da sua e eu sei da minha.

E por isso vou tentar transmitir aqui o que para mim é a amizade.

Para tal vou transcrever algumas coisas que escrevi e que me foram escritas, de mim para aquele amigo de sempre, que o é desde os 3 anos e dele para mim.

 

Eu:

"Porque há palavras que nunca se esquecem. Porque há momentos que se relembram. Porque tens sempre a palavra certa no momento certo. Porque me seguras quando vou cair. Porque estás lá desde que me lembro. Porque és um chato às vezes. Porque te stressas sem razão (tal como eu). Porque raramente te chateias comigo. Porque quando o fazes nem umas horas depois me pedes desculpa. Porque és tu. Porque sou eu. Porque somos "os" amigos. Porque isto já está a ficar muito lamechas para a minha pessoa." (Maio 2007)

 

Dele:

"(...) Parece tanto tempo mas ao mesmo tempo tão pouco tendo em conta tudo o que vivemos juntos, todas as alegrias, todas as parvoeiras, todas as bubas e também todas as incertezas, dúvidas e momentos menos bons... Paro para pensar e apercebo-me que estivémos sempre juntos nos momentos mais marcantes da minha vida, são muitos anos de amizade sincera que o tempo e a distância não apagam." (Novembro 2007)

 

"O verdadeiro amigo é aquele que diz amo-te sem medo de má interpretação."

 

A amizade é isto.

sinto-me:
publicado por coisasquetais às 00:53
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 25 de Novembro de 2007

Porque...

 

Porque há coisas que não se explicam.

Porque há sentimentos que não se perdem.

Porque há coisas que só tu percebes.

Porque certas coisas só tu aturas.

Porque me fazes rir.

Porque me fazes feliz.

 

Porque és tu.

Porque sou eu.

Porque somos nós.

 

E mais não digo.

sinto-me:
publicado por coisasquetais às 21:28
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 14 de Novembro de 2007

"Encosta-te a mim..."

 

"Encosta-te a mim,

nós já vivemos cem mil anos

(...)

 

Tudo o que eu vi,

estou a partilhar contigo

o que não vivi, hei-de inventar contigo

sei que não sei

às vezes entender o teu olhar

mas quero-te bem,

encosta-te a mim."

 

Mais uma vez uma letra de Jorge Palma.

 

Apesar de "as gentes" dizerem que é um bebâdo, eu gosto de algumas músicas. Acho que se aprende a gostar de algumas músicas, nomeadamente das de Jorge Palma. Não gosto de todas, longe disso, mas aprende-se a gostar.

 

Esta letra deixa-me feliz.

É um acreditar que é possível partilhar com alguém os momentos mais importantes da nossa vida, incluindo nestes os momentos felizes mas também os menos felizes.

É acreditar que se pode confiar, que se pode conversar, que se pode rir, sorrir, brincar... Mas também discutir quando é preciso, ou ficar triste quando esperávamos outra atitude.

 

20 anos é pouco para saber o que é "viver cem mil anos". ´

Mas é suficiente para aprender com as experiências e com as vivências que já passei. E uma coisa é certa...

Primeiro estamos nós, primeiro é preciso gostar de nós e gostar muito, para que se possa ter sentimentos como os expressos na música que referi.

E aí sim, podemos gostar dos outros.

sinto-me:
publicado por coisasquetais às 00:13
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds